Blog

Direitos do consumidor na Black Friday

26 de novembro

E está chegando a data mais esperada do ano, para aqueles que buscam descontos para comprar um produto que estava fora do orçamento. No dia 29 de novembro a Black Friday promete trazer descontos em diversas lojas que seguem essa data como um dia de vendas altas e muita lucratividade. Mas, além de descontos, essa data pode trazer também diversas violações do direito do consumidor. Saiba aqui os direitos do consumidor na Black Friday.

 

Onde surgiu a Black Friday?

Tudo se iniciou nos Estados Unidos, um dia após o famoso feriado de Ação de Graças dos norte-americanos. Em 2013, a black friday atingiu o recorde de vendas faturando mais de R$70 milhões de reais em vendas online.

Essa forma de evento de vendas não tem uma regulamentação fixa. Ou seja, qualquer empresa, sendo ela física ou virtual, pode utilizar o nome Black Friday para nomear as ações de venda durante o período. Aqui no Brasil, os produtos com maior número de vendas são televisores e smartphones. É onde descontos realmente satisfatórios ajudam o consumidor a efetuar a compra, muitas vezes de até mais de um produto.

 

Direitos do consumidor na Black Friday

A black friday mexe com o emocional do consumidor, pois ele pode estar planejando há muito tempo a compra de tal produto. Então, quando o desconto compensa, o impulso de comprar imediatamente é ativado. E em alguns casos, somente depois desse impulso, é que se percebe que foi enganado. Então para que isso não aconteça com você, preparamos esse artigo para te auxiliar. Assim você realiza suas compras sem dores de cabeça e principalmente sem ser enganado.

 

Existem diversos tipos de violações de direito do consumidor durante a black friday. O grande número de reclamações no Procon aponta isso, mas também através das denúncias é que se monitora mais de perto essas ações. Fique atento às seguintes ações de violação de direitos do consumidor na black friday:

 

  • Maquiar valores: Esse método de enganação, ainda é a mais comum. Os lojistas algumas semanas antes sobem os valores de produtos que tem alta saída de vendas durante a semana da black friday. E então quando a data chega, eles voltam o valor para o praticado normalmente. Assim, o consumidor tem a falsa ilusão de que o desconto é real.
  • Propaganda enganosa: Também é uma prática bastante comum, infelizmente. Ao anunciar um produto, a loja automaticamente fornece vantagens e qualidade as quais muitas vezes não condizem com a promoção. Então, ao chegar no estabelecimento, a realidade é outra. Para evitar esse tipo de problema, é importante que o consumidor tenha salvo em seu celular a promoção (foto, print de tela, catálogo etc), assim poderá comprovar a promoção repassada e assim garantir o desconto anunciado.

 

Direitos

 

  • Troca de produtos: Todo consumidor tem direito a troca de produto, ou seja, se dentro de 30 dias para produtos não duráveis e 90 dias para bens duráveis. Produtos que apresentarem defeito nesse período devem ser trocados por outro novo e em perfeitas condições. Nenhuma taxa ou valor a mais deve ser cobrado do consumidor.

 

  • Desistência de compra: Se você realizou a compra online, ou seja, por uma loja virtual. Você tem direito de desistir da compra ou cancelar a mesma, desde que dentro de 7 dias após o efetuamento da compra ou do recebimento.
  • Entrega de produtos: Todo comércio que oferece vendas online, deve arcar com a garantia de entrega no prazo. Ou seja, a responsabilidade de que o produto chegue ao consumidor na data estipulada é de total responsabilidade da empresa que fornece o produto. Não podendo ela justificar atrasos e falta de entrega culpando terceiros (correios ou transportadoras)
  • Devolução: Quando cobrado preços indevidos acima do valor estipulado, o consumidor tem direito a devolução do produto, e de receber o dobro do valor pago pelo produto, e não apenas o valor do mesmo.

 

O Procon de São Paulo disponibiliza uma lista onde você pode conferir os sites que são os mais alvejados por reclamações durante a black friday e anterior a ela também. Então vale a pena conferir se o site que você pretende realizar a compra não esta entre eles. Confira aqui.

 

Onde denunciar uma violação do direito de consumidor na Black Friday?

O Procon do Paraná conta com o consumidor.com, onde você pode realizar a sua reclamação e também acompanhar outras empresa citadas em outras reclamações. Assim, você pode conferir se a empresa apresenta alternativas a resolver reclamações dos consumidores. O site do Reclame Aqui também serve para que você denuncie más práticas contra os direitos do consumidor.

 

Esperamos ter ajudado a você, consumidor, estar atento às compras nesta Black Friday. Nunca deixe de reivindicar seus direitos de consumidor. E se ficou com dúvidas, entre em contato conosco que iremos te ajudar!

 

Para ficar sempre bem informado acompanhe nossos artigos no blog, e também nossas redes sociais.

Converse pelo Whatsapp

Entraremos em contato assim que possível.